O homem e o rei que não quer ser "Zé"

domingo, 30 de março de 2014

  O homem é um ser engraçado, confuso. A sociedade corrompeu o homem desde o início da mesma. O homem sofre expectativas, o homem é cobrado. O homem é invejoso e egoísta. Ah! Esse homem… Esse homem que quer dinheiro, quer fama, quer ser rei. Mas rei não é maior, não é superior. O rei é só mais um "Zé". Rei não deveria receber nada por trabalhar pro bem-estar do povo, além de realização espiritual. Mas o homem, o homem quer dinheiro, e quer lucrar com tudo, até com serviço público.
  O serviço público virou uma grande máfia. E o homem ganancioso e já acostumado com o poder, com a busca pelo sucesso econômico individual, aceita, não reclama, não vê o lado negativo disso. Não vê que as escolas não funcionam, que pessoas morrem nas filas dos hospitais, que não deveriam nem ser chamados de postos de atendimento. Não vê que essa máfia só sobrevive por ser bancado pelos homens, homens que assistem ao pão e circo da máfia, do rei que não quer ser "Zé".
  De volta ao homem, que tudo vê, mas nada faz. Homem, que é o lobo do homem. Que as vezes luta tanto e não chega a lugar algum por ter alguém que chega lá primeiro, por alguma "mão mágica" da máfia, isso a fortalece. Homem, reage homem, que o mundo é seu! Não acho que o mundo vá ficar em orbita por conta própria, temos que agir homem, agir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário